Escrito por: Redação GF+ | Data de Publicação: quinta-feira, 5 novembro, 2015

Conheça a história da Repet, vencedora da 1ª Etapa do PBC em adesivação

Conheça a história da Repet, vencedora da 1ª Etapa do PBC em adesivação

De pequena empresa de carimbos à uma das maiores do nordeste!

fachada 02

A Repet é feita por pessoas que respeitam e entendem as necessidades de seus clientes, mas acima de tudo, a Repet é humana! E ninguém melhor para contar a história da empresa do que seu Diretor , Michelson Frota.

“Tudo começou em novembro de 1985, com a “Carimbos Repet”. Nessa época a empresa focava somente nesse ramo de Carimbos, mas logo percebeu que precisa dinamizar os serviços. Passamos a oferecer serviços de papelaria, material de expediente e escolar, chaves, placas para veículos e inclusive artigos para presentes. No início dos anos 90, com o aumento dos preços dos livros, resolvemos investir nos serviços de cópia xerográfica e encadernações. Essa aposta deu muito certo e logo investimos em grandes e modernos equipamentos para atender a demanda de Mossoró e região. Ficamos conhecidos pelo potencial de reprografia em papéis e logo o nome da empresa mudou: Repet Cópias.

loja vista de cima masanino

Como já era esperado, o mercado nessa área desenvolveu bastante e no ano 2000, a concorrência estava acirrada, para não dizer desleal. Foi aí que resolvemos dar o maior salto: entramos para o ramo de gráfica rápida. Naquela época os equipamentos eram muito caros, mas resolvemos ir além. Nossa iniciativa pioneira transformou a realidade de Mossoró nesse aspecto. Tivemos a coragem de fazer da Repet um centro de Designers e Criações de Artes, o primeiro do RN. O crescimento foi tão rápido e tão inovador, que até hoje estamos descobrindo, cada vez mais, as necessidades de nossos clientes. Em 2002, conseguimos dar outro grande salto, dessa vez no mundo da sinalização computadorizada em adesivos de recorte e logo em seguida em impressões em Grandes Formatos. Foi quando tivemos que criar equipes de atendimento específico, qualificar profissionais para a área, criando, inclusive, uma escola de computação gráfica, oferecendo cursos internos, para os nossos próprios colaboradores. Assim começou a Repet, e na realidade, nunca vamos deixar de começar algo novo para melhorar ainda mais nossa relação com os clientes.

Estamos sempre tentando nos adequar ao mercado, da melhor forma possível, usando cada vez mais a nossa criatividade, implementando, inovando e aumentando nossa oferta de produtos e serviços. Sabemos das dificuldades econômicas que a nossa região vem atravessando em todos os segmentos, desde a área da construção civil (que tem uma demanda grande de impressão no mercado visual e gráfico), o período crítico de estiagem (seca), que atinge diretamente o setor salineiro, forte na nossa terra, até a crise na classe petrolífera, que é um setor que impulsiona a economia da cidade. Além disso, o nosso setor vem sendo prejudicado pelo aumento do dólar, uma vez que usamos matéria prima importada. Sabemos de tudo, mas não nos deixamos desestimular. Estamos sempre buscando as soluções. A nossa empresa não baixou seu rendimento, continua crescendo e evoluindo. Estamos reduzindo custos, aumentado parceiros, sempre proporcionando cursos e feiras aos nossos colaboradores, enfim, se adequando à proposta do atual mercado, continuando fazendo o melhor e atendendo todas as necessidades dos clientes.

recepcao

Nossos objetivos para o futuro é continuar sendo reconhecida nacionalmente como Indústria de Comunicação Visual e Gráfica Rápida. Temos o projeto de tornar a nossa Gráfica virtual, uma vez que a venda pela internet torna-se mais cômoda para nossos clientes. Outro projeto para 2016 é entrarmos no ramo digital têxtil com sublimação, abrangendo todos os seguimentos da área. Estamos aumentando nossos trabalhos nas redes sociais, onde elaboramos novos e diferenciados projetos. O cliente dá a ideia e nós executamos! Isso nas áreas de acrílico e materiais rígidos (temos todos os equipamentos com a tecnologia mais avançada, para facilitar esse atendimento), impressão digital e na própria gráfica rápida. Nosso pensamento e nosso objetivo para um futuro é dar continuidade no investimento dos colaboradores para, a partir daí, colhermos o fruto da semente plantada.

A mensagem eu deixo a todos os leitores é que você tem que planejar, saber realmente o que vai investir no próprio negócio, ter sempre um objetivo e não perder o foco. Sabemos que é muito difícil empreender, e passamos por uma dificuldade tremenda nas burocracias brasileiras, no tocante às leis de um modo geral, principalmente nas trabalhistas. Temos também as cargas tributárias altíssimas, e até mesmo essa crise política que vem influenciando. Mas o empreendedor não pode desanimar! Devemos sempre buscar mais conhecimento no ramo, planejar os objetivos com cautela, principalmente no quesito formação de preço. Como costumo frisar para a minha equipe, “sem uma boa formação de preço, não há uma boa venda”. Enfim, não tem como você vender bem sem um bom cálculo no custo do serviço, que vai desde a compra da matéria prima até a depreciação do seu equipamento, passando inclusive pelos custos fixos da empresa”.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *