Escrito por: Redação GF+ | Data de Publicação: segunda-feira, 8 agosto, 2016

Panorama de Mercado com Mark Blundell, presidente da SAinternational

SA International é reconhecida globalmente pelas soluções de software para desing-para-produção para comunicação visual, sinalização, impressão e máquinas para indústria de máquinas CNC. Com esse sucesso a SAi garante globalmente mais softwares Flexi rodando em máquinas do que todos seus concorrentes RIP somados. Para a entrevista GF+, nós conversamos com o presidente da SAi, Mark Blundell, que nos deu suas visões de o que 2016 traz para a nossa indústria, para a SAi e para os empresários de grandes formatos.

Mark Blundell, CEO da SAinternational.

Mark Blundell, CEO da SAinternational.

GF+: Como você vê o Mercado de grandes formatos em 2016?
Mark Blundell: Eu acho que nós podemos ver muito do mesmo em muitas áreas geográficas; nós fazemos uma grande variedade de negócios dentro do Brasil e da China e, além dos dois países aparentarem bem sucedidos no nosso setor, é muito difícil prever uma grande expansão, devido às condições econômicas. Com certeza pela perspectiva da SAi, vemos um aumento na EMEA (Europa, Oriente Médio e África), enquanto as coisas estão perfeitamente estáveis na América do Norte. Falando em tecnologia, espero muitas opções solventes – e até eco solventes –  continuamente dando um caminho para a impressão UV e látex, que vão lado a lado em um crescimento de aplicações na indústria têxtil e cerâmica.

GF+: Falando sobre uma indústria com muita competição, como a SAi  se diferencia para manter os clientes e atrair novos?

Mark Blundell: Fundamentalmente, há soluções generalizadas para nossos grupos de clientes e nós continuamos a investir em nossas ofertas de tecnologia principais para assegurar que os empresários de Comunicação Visual e Signmakers tenham os mais avançados recursos e softwares de ótima produtividade para as suas operações.Mas tomar isso como um fato, nós reconhecemos a necessidade de oferecer um valor extra agregado – especialmente porque os clientes irão ter necessidades e prioridades adicionais. Na SAi, nós continuamos a oferecer uma série de ferramentas diferentes para garantir que há algo para todos,  quer seja tratando de acompanhar desempenho empresarial pelas nossas soluções baseadas em Nuvem, monitoramento da produção por smartphone, Apple Watch ou mesmo acessando o nosso software com pacotes de assinatura.

SA international

SA international

GF+ Isso parece estar alguns passos a frente. Já estamos no meio do ano, há algum desafio ou demanda particular que você prevê para o resto de 2016?

Mark Blundell: Eu vejo a continuação da necessidade de construir mais simplicidade em nossas soluções. Eu penso que aqueles que são entendedores reconhecerão que hoje temos o software mais fácil de usar para impressão e workflow (fluxo de trabalho) no mercado. De fato, os fabricantes nos dizem que é muito mais fácil de imprimir e cortar o usando, ao invés de tentar usar outro software do mercado junto de outro software de corte, o que significa que eles conseguem maior produtividade e menos gargalos para os clientes finais. No entanto, de acordo com a ênfase na facilidade de uso, os próximos anos focaremos em simplificar todo o processo. A rota de perfil ICC funciona bem para que tem uma boa compreensão de cor ou das provas, mas esperamos fazer tudo muito mais simples para quem não têm proficiência. Ao fazer isso, queremos que quem tiver maior dificuldade e não estiver tão familiarizado com perfis de cores, consiga obter cores precisas.

GF+: Há alguma tendência ou tema que você pensa que ainda podem tomar frente em 2016?

Mark Blundell:  Uma coisa que eu penso que veremos mais, que já está em evidência com a impressão 3D é o movimento da manufatura, para mais perto do consumidor. Claro, eu não estou sugerindo que estamos perto de um desaparecimento total da linha de montagem, mas acredito que dentro da nossa indústria começaremos a ver as coisas mais próximas do ponto de consumo. Por exemplo, esse vai ser o caso das embalagens e de displays, poderia dar origem a um tipo de embalagens com prazo pequeno.

GF+: Isso é interessante, nós estamos vendo nas notícias isso acontecer. Finalmente, com 2016 em nossa frente, você tem algum conselho para os fornecedores de grande formato?

Mark Blundell: Eu devo dizer que, assim como os fornecedores de hardware os fornecedores de software precisam se diferenciar constantemente, reforçando suas soluções; os usuários também devem procurar atualização para se destacar entre seus concorrentes. Fazendo isso você foge do mainstream, talvez através da impressão em substratos como cerâmica ou madeira, certamente irá aumentar sua oferta de serviços. Os gerentes de marca e de marketing sempre irão olhar para as formas de maximizar o seu potencial criativo a partir do orçamento que eles têm, por isso sugira algo que agarre a atenção, para abrir possibilidades de diálogo e chances de conseguir vencer no negócio que eles estão vendendo. Agora a sinalização e o mercado de grandes formatos está cheio de potencial emocionante, a necessidade de agregar valor e se diferenciar é a chave de sucesso para todos.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *