Escrito por: Redação GF+ | Data de Publicação: segunda-feira, 31 outubro, 2016

Precisamos falar sobre importação de lona

Por Gabriel Krambeck  |

Bomba Atomica 5

Em uma reviravolta no mercado de lonas, a Lei Antidumping veio como uma bomba para uns e como uma grande oportunidade para outros. Entenda tudo que muda nesse novo contexto da Comunicação Visual e também saiba o que a principal fabricante nacional Sansuy tem a dizer sobre a implantação da lei.

O que você estava fazendo no dia 23 de junho de 2016? Não lembra? Pois bem, para muitos empresários brasileiros da Comunicação Visual foi o dia da maior queda da cadeira e de arrancar os cabelos: o dia que o antidumping decretou o imposto correto para China e Coréia na importação de lonas de PVC. A mudança foi prevista em matéria publicada na nossa edição de Março, mas agora tudo está concretizado. Chegou a hora de discutirmos uma das mudanças mais radicais do mercado de lonas dos últimos anos.

No começo do ano a empresa Sansuy protocolou a petição para investigação de dumping das importações dos países que mais forneciam produtos de Comunicação Visual para os brasileiros. Dumping é a prática de uma empresa de um país vender seus produtos por preços com valores extraordinariamente mais baixos que os produzidos no país de exportação, prejudicando injustamente com o comércio interno e a indústria local.

A Câmara de Comércio Exterior (CAMEX) no dia 23 de finalizou as investigações de importações da China e da Coréia do Sul, cobrando o devido imposto pelo período de cinco anos os materiais de mais de 60 empresas chinesas e 7 coreanas que vendiam produtos com valores exacerbados. A medida anti-dumping decreta que essas empresas paguem a alíquota específica (imposto na exportação) entre US$ 0,29/kg e 2,31/kg, valor que é regulado de acordo com a empresa exportadora e o seu país de origem.

Em nota oficial a empresa nacional Sansuy fez sua declaração sobre a denúncia. Nela, o advogado que representa a empresa na ação, Luiz Eduardo Salles, alega, “A decisão fortalecerá condições de concorrência e é de suma importância para a revitalização da indústria doméstica de lonas de PVC, que vinha sofrendo com o aumento significativo de importações”. O advogado complementa revelando a importância para o desenvolvimento e valorização do produto brasileiro, “É importante ressaltar que, embora o pedido tenha sido feito pela Sansuy, em nome da indústria doméstica, a medida adotada fortalecerá toda a indústria nacional de lona de PVC, que conta com diversas outras empresas produtoras ou em condições de produzir”, complementa.

Para analisar se seus fornecedores estão incluídos e responderam os questionários da CAMEX no tempo correto, acesse: http://www.camex.gov.br/legislacao/interna/id/1549.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *