Escrito por: Redação GF+ | Data de Publicação: segunda-feira, 20 junho, 2016

Lima Design com projeto inovador planeja sinalizar Campina Grande inteira

Para muitos parece um sonho fazer com que um projeto chegue a ser oficializado por uma prefeitura municipal e lançado pela cidade inteira. Mas esse é o caso da empresa Lima Design que viu uma oportunidade com muito potencial e além de ter feito o projeto dos sonhos sair do papel, levou conhecimentos e curiosidades para o município de Campina Grande. A empresa ousou em repensar a sinalização da cidade realizando um projeto Sociocultural. Reconhecendo que a população pouco sabia sobre o nome das pessoas e datas que estavam nas placas de ruas, incluiu na sinalização os detalhes de quem foi ou o que foi a situação homenageada.

Revista GF+ Lima do Nascimento com a revista nas mãos (1)

O diretor da empresa, Lima do Nascimento, é um grande leitor da Revista GF+.

O projeto tem a intenção de sinalizar as 3.800 ruas da cidade, realização de grande amplitude, já que muitas das ruas até hoje não têm placas. Estarão inclusos também os tipos de logradouros (rua, avenida, praça,…), bairros, zonas de localização (sul, norte, leste e oeste) e CEPs. Já no caso de homenagem à uma pessoa falecida, a Lima Design também informará a data de nascimento, data de falecimento, naturalidade e uma breve biografia.

Na Prefeitura houve uma ótima aceitação e a ideia foi apadrinhada pelo Secretário de Obras e Planejamento André Agra e pelo prefeito Romero Rodrigues.  Confira nossa entrevista com Lima do Nascimento, o grande idealizador do projeto.

 

GF+: Qual foi a inspiração para criar a sinalização diferenciada?

Lima: Na verdade, admiro muito as placas da minha cidade natal, o Rio de Janeiro, e foi com base nelas que a inspiração de fazer uma placa mais completa chegou. Por ser designer fui incrementando e acrescentando dados
que que uma placa de sinalização de rua deveria conter. Utilizei então uma fonte moderna aliada a uma diagramação arrojada e objetiva. Juntei dados de localização geográfica, endereçamento postal e informações sobre os homenageados que deram nome aquelas ruas. Na cidade de Campina Grande ainda existem muitas ruas sem as devidas placas de sinalização.

GF+: Foi preciso de muita coragem para apresentar o projeto para a prefeitura do município?

Lima: Depois do projeto pronto, pensei em colocar em prática, mas contudo pelas vias legais, daí tomei coragem e procurei a Prefeitura Municipal de Campina Grande com a pessoa responsável pela Secretaria de Planejamento André Agra, que me recebeu com muita atenção, se mostrando satisfeito com ideia e se prontificando de dar viabilidade.
GF+: Conte-nos um pouco sobre o processo de criação do processo e como está sendo a implantação?

Lima: O projeto tem a principal característica de ter custo baixo, pois é confeccionada em PS (poliestireno) adesivado com vinil impresso e aplicação de verniz. Mas em todo processo de criação as pesquisas são o que há de mais trabalhoso. Todos os nomes de rua de uma cidade são apresentados e aprovados pelos vereadores. Só recebe nome de rua quem já faleceu e que tenha prestado serviços relevantes na cidade. Então as pesquisas são realizadas na Câmara Municipal de Campina Grande, no Livro Memorial Urbano de Campina Grande de autoria de José Edmílson, Edmundo Gaudêncio e Silvestre Almeida, no Retalhos Históricos de Campina Grande, fontes da internet e etc.

Projeto da Lima Design sociocultural sinalizará as 3.800 ruas de Campina Grande.

Projeto da Lima Design sociocultural sinalizará as 3.800 ruas de Campina Grande.

GF+: A criatividade e a inquietude para encontrar oportunidades é algo que destaca muito um empresário de Comunicação Visual, como é possível a inventividade de projetos sem que os clientes venham até você?

Lima: A crise me levou a usar minha criatividade para criar um produto, foi quando pensei na placa de rua, no início a ideia era vender espaço publicitário na placa, pois seria interessante as empresas associarem
suas marcas à Cultura e ao Conhecimento. Mas chegamos à conclusão que teria ao dar legalidade ao projeto a melhor aliada seria a Prefeitura Municipal, os responsáveis por administrar os espaços públicos.

GF+: O projeto já trouxe novos resultados para a LimaDesign?

Lima: Sim, no momento a empresa é vista como uma empresa inovadora que deseja levar cultura e conhecimento para a população de Campina Grande. Quanto ao retorno financeiro, esse virá como consequência de um bom trabalho.

 

Lima ainda revelou para a GF+ que o próximo passo para fomentar o projeto e fazê-lo ainda maior é conquistar parcerias e patrocinadores, com isso o futuro do projeto poderia estar disperso até para outros municípios. As parcerias com a LimaDesign podem envolver o patrocínio com materiais para a produção das placas e até em sua divulgação.

As placas com toda a certeza não deram visibilidade só para os homenageados das ruas de Campina Grande, mas a Lima Design também conquistou a mídia televisiva local e foi entrevistada por Itararé TV, afiliada da TV Cultura de Paraíba, e pela TV Paraíba, afiliada da Rede Globo da região. Para conferir a reportagem da afiliada da Rede Globo clique aqui, próximo dos 03:00 a Revista GF+ ainda faz uma participação especial.

A reportagem da afiliada da TV Cultura segue abaixo, no minuto 04:16.

Lima Design é um exemplo de como as empresas devem ir além da CV tradicional, buscar oportunidades e agregar valor ao seu próprio trabalho. O importante no caso não foi a quantidade de máquinas no bureau e sim a forma como o empresário as pensou.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *